Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Escandalo - Christian Dior Despacha....!

Quarta-feira, 16.07.08

Forbes

Sharon Stone, um pau de dois bicos

Os riscos dos contratos publicitários com celebridades

 

A famosa casa de luxo Christian Dior é a mais recente empresa a ter aprendido a lição, tendo abdicado de Sharon Stone como o rosto para a sua linha de produtos de cuidados da pele na China, após a actriz ter publicamente declarado que o devastador terramoto era consequência do «mau karma» proveniente do triste registo do país relativamente aos direitos humanos no Tibete.

 

Claro que Stone não está sozinha. Para cada Tiger Woods, há um Kobe Bryant. No seguimento de alegações que a estrela de basquetebol dos Los Angeles Lakers tinha violado uma jovem de 19 anos, a sua imagem foi retirada de importantes campanhas do McDonald's e da Nutella. A Nike manteve o contrato com Kobe, mas passou a utilizá-lo menos. As acusações acabaram por ser retiradas.

 

A supermodelo Kate Moss perdeu campanhas publicitárias com a H&M, Chanel e Burberry após os tablóides britânicos terem relatado no Outono de 2005 que ela alegadamente consumia cocaína. Desde então, Kate Moss recuperou e reconquistou um impressionante conjunto de contratos publicitários, incluindo um com a Burberry.

Bryant e Moss recuperaram bastante rapidamente, mas as lições ficam. Independentemente do quão ideal pode parecer um contrato publicitário com uma celebridade para uma determinada marca, ninguém consegue prever o que pode acontecer em seguida.

Numa altura em que vivemos numa cultura baseada nas celebridades, é difícil encontrar um lançamento de um novo produto que não tenha um grande nome associado. Todas as pessoas desejam ser como as pessoas bonitas, fazer o que elas fazem e vestir o que elas vestem. Porém, onde há oportunidades, o perigo também espreita.

«A verdade é que todas as pessoas dizem e fazem coisas estúpidas», refere Noreen Jenney, Presidente da Celebrity Endorsement Network sedeada em Los Angeles. O que se passa com as celebridades é que as notícias correm depressa. «Mal acabou de dizer uma coisa e já anda pelas bocas do mundo. Não é que estejam a fazer algo que o resto do mundo não faça; o que se passa é que quando dizem alguma coisa, o mundo está à escuta».

Tendo em conta este cenário, o contrato da Dior com Sharon Stone celebrado no Outono de 2005 parecia o casamento perfeito. Ainda sensual aos 47 anos, Stone era um modelo ideal para a linha Capture de cremes anti-envelhecimento da empresa.

 

Fonte: Iol Moda&Social

 

ATENÇÃO

 

Queres receber 1 email sempre que for postado mais novidades neste blog?

Inscreve-te Aqui Grátis!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por 1001blogs às 10:01

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.